Samar - Soluções Ambientais de Araçatuba

Notícias

Trabalhos desenvolvidos na SAMAR são temas de projetos acadêmicos

Publicado em

Transformar ideias em projetos e fazer dos resultados um estudo detalhado. Foi o que motivou dois colaboradores da SAMAR, que resolveram levar para o campo acadêmico os assuntos relacionados às suas rotinas diárias. Diante dos desafios e pela busca por novos conhecimentos, Silas Grossi, que é engenheiro civil e trabalha na área de projetos e topografia na SAMAR, iniciou em 2017 o curso de pós-graduação em Gestão Empresarial e escreveu artigo de conclusão de curso sobre o tema: “Tratamento de água de fontes alternativas – Um estudo do tratamento da água proveniente do rio Tietê em Araçatuba”.

O trabalho apresentou em sua abordagem a importância das fontes alternativas de abastecimento para evitar a escassez de água, as especificidades das diferentes águas captadas e as formas distintas de tratamento. O estudo analisa, de forma específica, a captação de água do Rio Tietê realizada pela SAMAR em Araçatuba e como é o processo na Estação de Tratamento Tietê. O colaborador explica que a ideia de abordar esse tema foi por causa de um amigo. “Tenho um amigo que mora em Guararapes, cidade vizinha, e na época da estiagem a cidade dele ficou sem água, pois o rio que abastecia o munícipio secou. Diante desse problema, procurei pesquisar soluções para driblar a seca”, comenta Grossi. O estudo foi analisado e aprovado por unanimidade por um corpo de professores.

Outro estudo desenvolvido a partir de ações realizadas pela empresa foi o da colaboradora Daiana Félix, que é jornalista e supervisora de comunicação na concessionária. A análise e coleta de dados, realizada em 2017 durante o curso de MBA em Comunicação e Marketing, procurou organizar um estudo de caso sobre o projeto “Concurso de Desenho Ambiental”, destinado a crianças entre seis e onze anos de idade de escolas públicas e privadas de Araçatuba e que tem o apoio das Secretarias de Educação, Cultura e Meio Ambiente. O objetivo do artigo científico foi comprovar a importância de ações de Comunicação Organizacional, interna e externa, como ferramenta estratégica para a busca de satisfação e aproximação da comunidade com a concessionária. “Vejo nessa oportunidade uma ótima forma de disseminar, através da cultura e educação, a missão socioambiental da empresa”, comenta a jornalista.

O projeto estudado pela colaboradora já está em sua quinta edição e recebeu uma média 15 mil desenhos. Além disso, foi reconhecido com voto de aplauso na Câmara dos Vereadores de Araçatuba e integra o calendário oficial de eventos do município.